Resultados da pesquisa para

A fé de cada um

As pessoas acreditam naquilo em que querem acreditar. Usei a frase numa conversa, e minha interlocutora não teve uma reação boa, porque entendeu que eu atribuía à humanidade – e, mais importante, naquele momento a ela própria – uma desonestidade intelectual inata.
Não era isso. Trata-se de um mecanismo inconsciente, provavelmente essencial para a sobrevivência, e já muito conhecido pelas ciências que estudam a mente. Dou um exemplo prosaico: se duas pessoas, uma delas vegetariana e a outra carnívora, dessas que não passam fim-de-semana sem comer um churrasco, se depararem com duas pesquisas, uma associando o consumo de carne vermelha ao câncer e outra associando a falta de consumo de carne à anemia, é quase certo que a vegetariana acredite imediatamente na primeira pesquisa e veja com desconfiança a segunda e a pessoa carnívora duvide da primeira e enalteça a segunda. Continuar lendo