O depois quando ainda era antes

Acontece mil vezes na nossa vida. Fazemos uma coisa, depois nos arrependemos. Geralmente são coisas simples, como comprar uma roupa e nunca usar, às vezes são maiores, raramente são comprometedoras, como quando a pessoa escolhe a profissão errada ou se arrepende do casamento; mesmo assim costumam ter conserto.

Sem conserto mesmo são aquelas que deixam uma mancha definitiva, da qual a pessoa não consegue se livrar. Imagino, por exemplo, que alguém que não seja psicopata nunca se esqueça de um ato de violência que praticou ou da falta de solidariedade a uma pessoa querida num momento em que ela necessitava. (mais…)

Leia Mais